Você sabia que alguns hábitos da vida moderna podem causar danos à saúde da sua pele?  Não é difícil perceber que a poluição age em nossa pele de alguma forma. Basta repararmos como fica o algodão branco após a limpeza da pele no fim do dia. A cor entre cinza e amarronzado entrega a quantidade de partículas que ficaram acumuladas. O ozônio produzido na atmosfera, fruto da ação de agentes poluentes ambientais, em contato com a radiação solar é capaz de promover o estresse oxidativo, ou seja, a produção em excesso de radicais livres. Além disso, estudos também apontam que a formação de machas e melanoses estão diretamente associadas à exposição crônica a poluentes.

A vida moderna, particularmente nos centros urbanos como o Rio de Janeiro, propõe um estilo de vida bastante diferente do passado, com exposição a novos fatores ambientais como a poluição, tabaco, alimentação inadequada, estresse emocional, sono irregular e ritmo de vida acelerado. Estudos indicam que esse conjunto de elementos são responsáveis por potencializar o envelhecimento cutâneo, que aconteceria 10% mais rápido nas mulheres que vivem nos centros urbanos do que as mulheres que vivem no mundo rural.

Já existem produtos no mercado exclusivos para combater os danos da poluição na pele, como o Urby (mantecorp). Os produtos que contém tenham vitaminas C, E, resveratrol, são anti-poluição.

Abaixo, a Dra. Christiane Gonzaga separou algumas dicas para evitar a ação dos danos urbanos na sua pele:

POLUIÇÃO:

1.Lave muito bem a pele sempre que chegar da rua;

2.Invista em uma boa limpeza de pele pelo menos uma vez no mês;

3.Use diariamente protetor solar de no mínimo 30 FPS, mesmo em dias nublados;

4.Use antioxidantes, como os compostos com vitamina C e E, pois eles atuam combatendo os radicais livres e prevenindo os danos causados por eles às células.

 

MÁ ALIMENTAÇÃO

Alimentos ricos em carboidratos, açúcares e gorduras saturadas, além do consumo excessivo de frituras são exemplos típicos da alimentação moderna. Estudos apontam que a relação entre a alimentação inadequada e o envelhecimento da pele é explicada através da glicação, reação na qual carboidratos, como a glicose ou lipídeos, ligam-se permanentemente a proteínas sem a atuação de uma enzima. Como consequência, essas proteínas sofrem modificações e impedem que as células desempenhem seus papéis corretamente. Essa mutação desencadeia a formação de AGEs (advanced glycation end products, ou produtos finais da glicação avançada), substâncias responsáveis pelo envelhecimento precoce e doenças como diabetes. Os AGEs provocam o endurecimento e a degradação dos tecidos de suporte da pele, causando danos nas fibras dérmicas. Assim elas vão perdendo progressivamente a elasticidade e a tonicidade, o que favorece o aparecimento de rugas na superfície da pele e flacidez. Dessa forma, é muito importante manter uma alimentação balanceada. Os resultados serão ótimos não só para a sua pele, mas também para o seu corpo! Evite os alimentos industrializados, substitua os carboidratos brancos pelos integrais e o açúcar refinado pelo mascavo ou mel. Troque os biscoitinhos da hora do lanche por frutas. Lembre-se que elas também são “Fast Food”! Coloque também como meta ingerir pelo menos 2 litros de água por dia, um organismo bem hidratado realiza mais facilmente a eliminação de toxinas que contribuem para o envelhecimento da pele. Você verá que pequenas mudanças de hábito farão grande diferença na sua saúde e na saúde da sua pele.

ESTRESSE

É característico da vida moderna e urbana o constante estresse emocional a que os indivíduos são submetidos. E, quando o estresse faz parte da rotina, a pele é uma das mais afetadas. A tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo que interferem no equilíbrio celular e geram maior quantidade de espécies reativas de oxigênio (EROs), as quais interferem na produção de  colágeno e na atividade das células produtoras de melanina, resultando na aceleração do envelhecimento. Além disso, um indivíduo constantemente estressado induz o seu organismo a utilizar mais energia do que seria necessário caso estivesse relaxado, gerando um desgaste maior do seu corpo, mente e organismo. Por isso, é muito importante realizar intervenções redutoras do estresse sempre que possível. Pratique atividades físicas, invista em momentos de qualidade ao lado de pessoas especiais, reserve momentos de relaxamento para você, faça atividades que te deixam feliz. A sua pele e o seu organismo agradecem!